top of page

Como saber se meu bebê será menino ou menina?

Atualizado: 19 de jan.

Conheça o exame de sexagem fetal! Clique aqui e faça seu agendamento.



Se você está ansiosa para descobrir o sexo do seu bebê, o exame de sexagem fetal pode ser uma opção rápida, confiável e segura. Esse teste, disponível no LabKosop, utiliza uma amostra de sangue da mãe para determinar o sexo do feto. Quer saber mais sobre o exame de sexagem fetal? Então confira as 5 questões mais comuns sobre o tema.


1) Como funciona o teste?

O exame de sexagem fetal é baseado na detecção de material genético fetal no sangue materno. Durante a gestação, pequenas quantidades de células do feto entram na corrente sanguínea da mãe. Essas células carregam informações genéticas, incluindo o cromossomo sexual, que pode revelar o sexo do bebê com precisão de 99%.


O teste utiliza técnicas avançadas de biologia molecular para isolar e analisar o DNA fetal presente no sangue materno. A partir dessa análise, é possível identificar se o feto possui cromossomos sexuais XX (indicando uma menina) ou XY (indicando um menino).


2) A partir de quando a mãe pode fazer o exame?

O exame de sexagem fetal pode ser realizado a partir da oitava semana de gestação. Nesse período, já é possível detectar o DNA fetal circulante no sangue materno em quantidade suficiente para a análise.


Vale destacar que a idade gestacional deve ser contada a partir do primeiro dia da última menstruação, e não a partir da concepção. Assim, para determinar o momento ideal para realizar o exame é recomendado consultar o médico obstetra, que poderá indicar a melhor data com base no desenvolvimento da gestação.


3) O exame de sexagem fetal é seguro?

Sim, o exame de sexagem fetal é seguro para a mãe e o bebê. Ele é um teste não invasivo, o que significa que não há risco de complicações para a gestação. O procedimento consiste apenas na coleta de uma pequena amostra de sangue da mãe, não havendo necessidade de punções ou procedimentos invasivos.


No entanto, é importante ressaltar que o exame de sexagem fetal não substitui os exames de rotina realizados durante o pré-natal, como o ultrassom obstétrico. Esses exames são essenciais para avaliar a saúde do bebê, seu desenvolvimento e a presença de possíveis anomalias.


4) O resultado do exame pode sofrer interferência de uma gestação anterior?

Não, o resultado do exame de sexagem fetal não é afetado por gestações anteriores. Cada gestação é única e não há interferência do material genético de uma gravidez anterior no resultado atual.


É importante lembrar que o exame é baseado na análise do DNA fetal presente no sangue materno. Esse DNA é específico da gestação atual e não é influenciado por gestações anteriores.


5) Grávida de gêmeos pode fazer o exame?

Sim, grávidas de gêmeos podem fazer o exame de sexagem fetal.


Se a gravidez for gemelar univitelina, os bebês compartilham o mesmo material genético, incluindo o sexo. Portanto, se um dos fetos for identificado como menino ou menina no exame de Sexagem Fetal, o resultado se aplicará a ambos os bebês.


Se forem gêmeos bivitelinos, a presença do cromossomo Y indica que pelo menos um dos bebês é do sexo masculino. A ausência de DNA masculino indica gravidez de duas meninas.


Agora que você sabe como funciona o exame de sexagem fetal, aproveite e faça seu agendamento pelo nosso whatsapp: 41 99992-0252.


O exame pode ser feito em nossas unidades (confira os horários aqui) ou na sua casa, pelo nosso serviço de Coleta Móvel (Curitiba e Região Metropolitana).


Kommentare


bottom of page