A importância da testagem pós-vacinal

Nos últimos meses, conforme a cobertura vacinal foi avançando, houve um aumento no interesse da população em fazer testes laboratoriais que comprovem a eficácia da vacina, não apenas por quem estava buscando se tranquilizar com a possível imunidade, mas também por quem tinha medo de que alguma vacina não funcionasse como deveria, o que acabou gerando entendimentos equivocados, histeria e debates no âmbito da ciência.


A determinação da concentração de anticorpos neutralizantes é realizada apenas em laboratórios de pesquisa, em culturas celulares com vírus vivo, sendo um procedimento complexo de alto custo. Por conta disso, testes sorológicos comerciais foram desenvolvidos e já se encontram disponíveis nos laboratórios clínicos, apresentando boa correlação e com confiabilidade semelhante aos métodos de referência, porém com metodologias mais facilmente aplicáveis e acessíveis.


É importante ressaltar que a resposta imunológica, tanto após uma infecção quanto por vacina, é complexa e vai além da produção de anticorpos (resposta humoral), mas também com a produção de células imunes especializadas (resposta celular). Nenhum teste deve ser utilizado como critério isolado para avaliar o nível de imunidade ou de proteção, pois ainda carecemos de evidências científicas que indiquem qual é o nível exato de anticorpos neutralizantes para se definir uma proteção contra a Covid-19. Mesmo assim, a testagem pós-vacinal é fundamental para entender a imunogenicidade das vacinas, ou seja, analisar a capacidade que determinada vacina tem de estimular o sistema imunológico e produzir anticorpos, como também identificar e acompanhar a efetividade da imunização no longo prazo.


Para entender mais sobre como funciona o exame IgG Neutralizante contra Covid, disponibilizado no LabKosop, confira nosso vídeo especial.


Conforme explicado no vídeo pelo infectologista e Diretor Médico do LabKosop, Dr. Ricardo Kosop (CRM/PR 28.565) é importante reforçar que a ausência de anticorpos neutralizantes não significa, necessariamente, que a pessoa não esteja imunizada, pois nosso organismo possui outras formas de se proteger.

O conhecimento científico sobre a Covid-19 ainda é muito dinâmico e muda conforme novos estudos são realizados. Por hora, é importante confiarmos no que já está comprovado cientificamente: vacinação e medidas protetivas (protocolos sanitários e distanciamento social). Nenhum teste deve servir para dar uma falsa sensação de segurança e fazer com que esses cuidados sejam desprezados.


CONTE COM O LABKOSOP NO SEU DIAGNÓSTICO

O LabKosop funciona todos os dias, inclusive aos domingos e feriados, facilitando para os pacientes que desejam ou precisam realizar exames laboratoriais. Também disponibilizamos o serviço de Coleta Móvel para Curitiba e Região Metropolitana.


Para agendamento ou esclarecimentos, contate a Assessoria Médica e Científica do LabKosop pelo WhatsApp (41) 99992-0252.